REPONSÁVEL:  PROF. DR. WILSON WASIELESKY JUNIOR

Sistema de Captação de Água Salgada: A captação da água salgada da Praia do Cassino é feita com uma bomba elétrica de 7,5CV através de uma tubulação de PVC. Existe também um sistema de emergência que é composto por uma bomba alimentada com óleo diesel, que pode ser instalada diretamente na beira da praia.
Sistema de Armazenamento de Água Salgada: Este sistema é composto por três conjuntos de reservatórios: a) reservatório para água bruta com capacidade de 140 mil litros; b) reservatório para água filtrada com capacidade para 80 mil litros; c) reservatório suspenso para abastecer o laboratório com água filtrada por gravidade com capacidade total de 21 mil litros.
Sistema de Filtração de Água: Ao sair do reservatório de água bruta a água passa por um sistema de filtro rápido de areia. Posteriormente, cada laboratório conta com um sistema de filtração próprio, dependendo de suas necessidades. Estes sistemas são compostos por filtros de cartucho com porosidade de 5, 1 e 0,45 micrômetros.
Sistema de Aeração da Água: A aeração da água do laboratório é feita por meio de sopradores de ar, instalados em séries de três sopradores. São dois sopradores em operação constante e mais dois sopradores de reserva.
Sistema de Fornecimento de Energia Elétrica de Emergência: Recentemente foi instalado um gerador de energia elétrica movido a óleo diesel, com capacidade de 55 KVA,que permite o funcionamento de todos os laboratórios da EMA.
Sistema de Controle de Fotoperíodo: Os setores de reprodução, desova, incubação, larvicultura e bioensaios estão equipados com temporizadores eletrônicos para o controle do fotoperíodo.
Análise de Água: Para análise da qualidade da água o laboratório possui uma sala especial, equipada com medidor de pH, balanças analíticas, espectrofotômetro, desumidificador, medidor de oxigênio dissolvido, refratômetro e destilador de água.
Setor de Microscopia: Equipada com microscópios óticos e lupas com sistema de captura de imagem digital.
Trocador de Calor: Com capacidade de fornecer 5 mil litros de água salgada aquecida por hora para todas as dependências do laboratório.
Produção de Alimento Vivo: O laboratório possui uma sala para o cultivo inicial de fitoplâncton e rotíferos com temperatura controlada. Para o cultivo de fitoplâncton em larga escala existe uma estufa com 10 tanques de mil litros e mais 4 tanques de 1000 litros ao ar livre. O setor de rotíferos conta com quatro tanques cilindro-cônicos de 200 litros cuja capacidade de produção é de 400 milhões de indivíduos por dia. A produção de Artemia sp. é feita em tanques cilindro-cônicos com capacidade de eclosão e enriquecimento de 250 milhões de náuplios/dia. A manutenção e esterilização da vidraria utilizada na produção de fitoplâncton e rotíferos é feita em uma sala especial.
Produção de Ração: Existe um misturador e um moedor elétrico, assim como uma estufa para viabilizar a produção de rações experimentais para camarões e peixes, sendo importante salientar que ainda não existe no mercado uma ração específica para peixes marinhos.